BTT

 

A melhor forma de re (conhecer) Loriga é de bicicleta.

 

Os trilhos verdejantes e as paisagens são características daquela que é considerada por muitos como a “Suíça Portuguesa”.

 

Aventure-se nesta combinação de natureza, história e diversidade.

 

*Nesta aventura pode encontrar várias opções de percursos, uns mais descontraídos e outros mais desafiantes.

Registo de Agente de Animação Turística Nº156/2021

CAMINHADA

 

Na Serra da Estrela há lugares para visitar e se apaixonar. A Serra guarda nas suas entranhas tesouros magníficos, mas para lhes sentir o sabor terá de mergulhar nas suas fragas, nos sapais encharcados, nas lagoas escondidas.

 

Os Caminhos de Montanha são uma rede de percursos pedestres de pequena rota que, pela abrangência e diversidade de locais percorridos, representam uma das formas mais enriquecedoras de conhecer a região.

 

Preparamos uma listagem com os lugares apaixonantes da região e com paisagens de cortar a respiração para todas as idade e com vários graus de dificuldade: Rota de Garganta de Loriga, rota da ribeira de Loriga, Rota da Eira...

Registo de Agente de Animação Turística Nº156/2021

 

PASSEIO DE JIPE

 

Percorra a Serra da Estrela/Açor e tenha acesso a paisagens fabulosas.

 

Temos passeios de Jipe ajustáveis de modo a poder aproveitar ao máximo o que de melhor a natureza tem para oferecer. Terá acesso a um percurso guiado em viatura todo-o-terreno com guia pelos locais de maior interesse natural, humano e cultural da Serra: Torre, Penhas Douradas Barragem do Vale do Rossim, Covão da Ponte, vale do Rio Mondego, Folgosinho, Piodão, Chãs de Égua, Colcurrinho...

 

Os locais a visitar em cada tour serão adaptados de acordo com a sua preferência.

Registo de Agente de Animação Turística Nº156/2021

 

CANYONING

 

Atividade que implica a descida a pé da Ribeira de Loriga, com recurso a saltos para a água, tobogãs, descidas em rapel e travessias por dentro de água. Esta ribeira percorre um vale encaixado e abrupto, cujo leito, margens e encostas são formados por impressionantes fragas que tornam este local quase inacessível. Toda a progressão é efetuada pelo curso da ribeira (fora ou dentro de água), tendo cerca de uma dezena de saltos facultativos de várias alturas.

 

Está incluído todo o material necessário para a prática da modalidade.

 

No final é necessário realizar uma caminhada de cerca de 15 minutos para chegar à Vila. Épocas recomendadas: primavera, verão e outono (Abril a Outubro).

Registo de Agente de Animação Turística Nº156/2021

 

SUBSCREVA A NOSSA

NEWSLETTER

×